Segunda-feira , 23 Setembro 2019
Home / Destaque / Atiradores tinham “arma medieval”, diz comandante da PM

Atiradores tinham “arma medieval”, diz comandante da PM

Foto: Marcelo Gonçalves / Sigmapress/Estadão Conteúdo

Os dois atiradores que abriram fogo em uma escola estadual de Suzano, na Grande São Paulo, usaram um revólver calibre 38 e também portavam uma besta – espécie de arco e flecha aprimorado. O comandante da PM, coronel Salles, disse que se trata de uma arma medieval. “Em 34 anos de serviço, nunca vi nada parecido”. O tiroteio na Escola Estadual Raul Brasil, no Jardim Imperador, deixou ao menos dez mortos: 7 crianças, 1 funcionário e os 2 atiradores, que teriam se suicidado. Há ao menos 10 pessoas feridas, levadas para três hospitais da cidade.

O oficial falou à imprensa na escola, onde o caso aconteceu, ao lado do governador João Doria. Doria afirma ainda haver artefatos e potencialmente explosivos” no local, que estão sendo examinados pelo Gate (Grupo de Ações Táticas Especiais). As autoridades deram poucas informações. “Qualquer declaração agora pode ser precipitada”, afirmou o governador. Eles disseram que não divulgarão os nomes das vítimas antes de informar as famílias. Os dois atiradores, que se suicidaram após o ataque”, também não tiveram a identidade revelada. (Caio SpechotoDireto de Suzano – Terra)

Veja Também

Conceito de entidade familiar deve incluir união homoafetiva, diz STF

O conceito de entidade familiar deve incluir a união entre pessoas do mesmo sexo, afirmou ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *