Quarta-feira , 5 Agosto 2020
Home / Destaque / Bolsonaro volta a Brasília e diz que vai retomar a Presidência nesta terça

Bolsonaro volta a Brasília e diz que vai retomar a Presidência nesta terça

O presidente Jair Bolsonaro retornou a Brasília na tarde desta segunda-feira (16/9) e disse que retoma a Presidência da República nesta terça-feira (17/9), ao contrário do informado pelo porta-voz da Presidência da República na manhã desta segunda-feira (16/9). A previsão inicial era de que ele voltasse à Presidência apenas na quinta (19/9). Disse, inclusive, que sancionará amanhã o Projeto de Lei 3.715/19, que autoriza a posse de arma em toda a extensão de uma propriedade rural.

A medida, aprovada em 21 de agosto na Câmara, autoriza ao dono de uma fazenda, por exemplo, o direito de andar com uma arma de fogo em qualquer área de sua propriedade. Atualmente, a posse é permitida apenas na extensão da sede. “Não vou tolir ninguém de bem a ter sua posse ou porte de arma de fogo”, declarou, na chegada ao Palácio da Alvorada, em breve comentário à imprensa. Não deixou claro, contudo, se despachará do Alvorada ou do Palácio do Planalto.

O presidente, no entanto, não informou se sancionará integralmente o texto ou vetará algum trecho. “Eu não vi o projeto, ainda vou ver amanhã”, justificou. Bolsonaro conversou com a imprensa da porta do carro, nem se aproximar da imprensa. Tão pouco fez afagos aos apoiadores presentes no Alvorada. Sinalizou, contudo, o desejo de retomar a comunicação quando estiver bem. “Volto à atividade 100% depois dos Estados Unidos”, afirmou, em referência à viagem que fará para Nova York na terça-feira (23/9), onde participará da Assembleia Geral da Organização das Nações Unidas (ONU).

Minutos depois da chegada ao Alvorada, Bolsonaro publicou um comentário no Twitter, em que celebra o retorno à casa e alfineta o prisioneiro Adélio Bispo, responsável pelo atentado contra ele, em 6 de setembro de 2018, ainda na corrida eleitoral.

Jair M. Bolsonaro @jairbolsonaro

Com a graça de Deus, passamos bem por mais um processo cirúrgico decorrente dos reflexos causados pela tentativa de assassinato cometida por ex-membro de partido de esquerda! Finalmente de volta ao conforto do lar, junto à minha filha e voltando ao trabalho!O Brasil tem pressa!👍🏼

9.654 pessoas estão falando sobre isso

Sanções

O presidente confirmou a sanção apenas do PL 3.715/19, cujo prazo final para sanção é até esta quarta. No entanto, outros três projetos também têm data limite para chancela até amanhã. É o caso do PL 2.438/2019, que altera a Lei Maria da Penha para dispor sobre a responsabilidade do agressor em ressarcir o Estado dos custos relacionados aos serviços de saúde prestados pelo Sistema Único de Saúde (SUS) às vítimas de violência doméstica e familiar.Outro projeto a ser sancionado é o 3.220/2015, que estabelece o direito de as mães amamentarem seus filhos durante a realização de concursos públicos na administração pública direta e indireta dos Poderes da União. O outro texto é o PL 8.240/2017, que reconhece a vaquejada como manifestação da Cultura Nacional. Caso nenhum desses projetos seja apreciado por Bolsonaro, todos entrarão em vigor da forma integral aprovada no Congresso.

Veja Também

Estudantes devem se apresentar no partiu estágio até quinta-feira (20)

Convocados pelo Programa Partiu Estágio em fevereiro, os 847 estudantes universitários participantes devem têm até ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *