Segunda-feira , 21 Setembro 2020
Home / Destaque / BRASILJUSTIÇAPOLÍTICA STF condena Geddel e Lúcio Vieira Lima no caso do bunker com R$ 51 milhões

BRASILJUSTIÇAPOLÍTICA STF condena Geddel e Lúcio Vieira Lima no caso do bunker com R$ 51 milhões

Segundo a denúncia do Ministério Público Federal (MPF), no período de 2010 a 2017, os irmãos Vieira Lima e a mãe praticaram uma série de atos com a finalidade de ocultar valores provenientes de crimes: repasses de R$ 20 milhões pelo doleiro Lúcio Bolonha Funaro a Geddel por atos de corrupção na Caixa Econômica Federal; recebimento por Geddel e Lúcio de R$ 3,9 milhões do Grupo Odebrecht e apropriação de parte da remuneração paga pela Câmara dos Deputados a secretários parlamentares. Segundo o MPF, os valores foram dissimulados por meio de empreendimentos imobiliários.

A Segunda Turma do Supremo Tribunal Federal (STF) condenou nesta terça-feira , 22, por unanimidade de seus cinco membros, o ex-ministro Geddel Vieira Lima (MDB) e seu irmão, o ex-deputado Lúcio Vieira Lima (MDB), pelos crimes de lavagem de dinheiro e associação criminosa no caso dos R$ 51 milhões encontrados em um apartamento de Salvador. Falta ainda fixar o tamanho da pena de ambos.

 

 Votaram pela condenação os ministros Edson Fachin, Celso de Mello, Ricardo Lewandowski , Gilmar Mendes e Cármen Lúcia. No caso do crime de associação criminosa, no entanto, Lewandowski abriu divergência parcial dos colegas. “Para que determinado indivíduo possa ser considerado sujeito ativo do crime, para que responda por essa infração criminal, é preciso que tenha consciência de que participa de uma organização que tenha como finalidade delinquir”, observou.

Veja Também

Estudantes devem se apresentar no partiu estágio até quinta-feira (20)

Convocados pelo Programa Partiu Estágio em fevereiro, os 847 estudantes universitários participantes devem têm até ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *